Home » Capa, Geral

10 poemas evangélicos para homenagear as mães

Dicas Gospel em seu email

Receba Dicas Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

10 poemas evangélicos para homenagear as mães

Uma forma criativa prestar uma bela homenagem para sua mãe, pode ser através do envio ou da leitura de um poema evangélico para o dia das mães. Muito comum nas igrejas, essa prática vem ao longo dos anos emocionando as mães, pois seja o departamento infantil, dos juniores, dos jovens ou até mesmo de adultos, sempre que realizada proporciona uma bela homenagem para as mães.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O talento dado por Deus a alguma pessoas, colabora de grande forma para usar poemas evangélicos para homenagear as mães. A arte usada pro reino de Deus, engrandece o nome de Deus, no exercício do talento recebido. Esse é o caso da poetisa Norma Penido, que mantêm em seu blog, diversos poemas com os mais variados temas.

Nós do GDicas, listamos 10 poemas evangélicos para homenagear as mães, incluindo alguns de Norma Penido. Aproveite e junte-se a outros irmãos e faça uma emocionante leitura de poesia para sua mãe. Demonstre nessa data tão importante, seu amor por ela.


1 – Mãe

Autor: Edson Márcio dos Santos

Quando olho para trás e vejo que o tempo passou,
Agradeço a Deus a mãe que me presenteou.
Com ela, momentos de luta, peleja e sofridão,
Fizeram de mim um verdadeiro cristão.

Vejo as mãos de Deus nos momentos sombrios,
Momentos de calor e frio,
Ajudando uma pobre mãe a cuidar de seu filho,
Sem fazer qualquer distinção.

Olho para trás e vejo a caminhada longa percorrida,
Me fazendo lembrar dos pratos quase vazios,
No momento do almoço e jantar,
Só não lembro de lágrimas derramadas, desesperadas…

Mãe de fé, mãe de luta, mãe coragem,
É o exemplo que tenho de minha mãe,
Vencendo barreiras e ultrapassando limites
Acreditem! Essa é minha mãe!

Sei o quanto foi difícil me educar,
Tendo ainda que cuidar do lar.
Responsabilidade de mulher, todos sabem como é…

Aprendi uma grande lição,
Desta mãe de grande coração.
A vida tem suas dificuldades, mas quando se é mãe,
A força brota como uma nascente,
Pelo filho que Deus deu como presente.

2 – Mãe
Autora: Norma Penido

Mãe, eu não sabia que eras tão linda
Até que amamentaste junto à janela
O amor que fluías te deixava ainda
Mais graciosa e muito mais bela.Mãe, eu não sabia que eras tão doce
Até que teu filho, ensaiou o primeiro passo
Abraçaste-o com ternura como se possível fosse
Tanto amor ser contido num abraço.Mãe, eu não sabia que eras tão zelosa
Até que teu filho, para a escola caminhou
De mãos dadas pelas ruas, seguias orgulhosa
Limpo e bem cuidado, tua herança do Senhor.Mãe, eu não sabia que eras tão sábia
Até que teu filho se tornou adolescente
Cercado pelas dúvidas, tu abrias a palavra
E de Deus buscavas a resposta coerente.

Mãe, eu não sabia que eras tão solidária
Até que teu filho, sentiu a primeira decepção
Outra vez no colo enxugaste suas lágrimas
E o fizeste dormir com uma linda canção.

Mãe, eu não sabia que eras tão santa
Até que teu filho, por este mundo afora se foi
Sufocaste a dor e o soluço na garganta
E sorrindo dizias: Meu filho, Deus o abençoe…

3 – As mãos de minha Mãe
Autora: Norma Penido

Ainda me lembro com ternura
Das incansáveis mãos de minha mãe
Eram ágeis, eficientes, e confortantes
As benditas mãos que a todo instante
Estavam estendidas para mim…
Eram valorosas como duas guerreiras
Eram duas inseparáveis companheiras
Sempre lutando para o melhor servir
E nas horas de amarguras, nas noites escuras
Qual bússola mostravam o caminho a seguir
Mãos, que só se levantavam para o bem
Para ajudar, abençoar e acolher alguém
Mãos, que muitas vezes vi calejadas
Como as de Cristo que na cruz pregadas
Pelo grande amor que sentiu por mim…
Mãos, que hoje se movem lentamente
Ficaram frágeis, trêmulas e dependentes
O tempo passou, e agora desgastadas
Como irmãs gêmeas, estão sempre entrelaçadas
Parecem inúteis, mas têm inestimável valor
Pois falam de uma vida, de renúncias e de amor
As mãos de minha mãe…benditas entre tantas!
Oh! Que mãos tão maravilhosas e santas!
Mãos que afago entre as minhas com carinho
Fazendo delas o meu mais seguro ninho
Na difícil hora da minha aflição…

4 – Mãe onde estás
Autora: Norma Penido

Ser mãe não é um simples ato de gerar
É mais que isto, ser mãe é também amar
Por que existe quem gera, mas não ama
E existe quem ama sem gerar…
O amor é uma prova eficaz da maternidade
Através do amor, reconheceu o rei Salomão
Entre duas mulheres, qual era a mãe de verdade
Ser mãe é gerar um filho dentro do coração
Independente das circunstâncias ou situação
Às vezes anônimas, ocultas, ou não reconhecidas
Ou quem sabe se como as violetas, escondidas
Mas sempre perfumando a vida que não gerou
Mãe, onde estás? Que lindo coração é o teu!
Que sublime missão o Senhor te concedeu!
A missão de se tornar mãe, através do amor
De amar sem limites, como nos ama o Senhor
Teu amor se expressa nas lágrimas de emoção
Quando clama por teu filho através da oração
Está na tua mão estendida, pronta para abençoar
E nas noites indormidas que passas a acalentar
Nas renúncias, no sonho que não tornou realidade
Pois o trocaste pelo sonho maior da maternidade
Tu és mãe, não apenas porque geraste um filho
És mãe, porque não podes ofuscar o brilho
Que nos teus olhos reflete o teu grande amor
És bem aventurada, és virtuosa e agraciada
Como foi Maria, a mãe do meu Senhor…

5 – Alegria de Ser Mãe
Autora: Norma Penido

Lá vem o meu filho. Ó quanta alegria!
É ver em sua vida, dia após dia
O meu sonho de criança realizado
Ah! Eu deixava sempre tudo de lado
Tomava nos braços meu boneco de pano
E passava horas e horas sussurrando
A mais linda canção de ninar:
“Dorme neném, mamãe tem o que fazer
tem roupa pra lavar e costura pra coser”…
Lá vem o meu filho. Ó quanta alegria!
É ver o fruto do meu ventre gerado
Aquele, que em oculto foi contemplado
Pois sem que eu soubesse da sua existência
O Senhor, na sua grandeza e onisciência
Escreveu, cada um dos seus dias…
Lá vem o meu filho. Ó quanta alegria!
E o que mais ao Senhor eu pediria?
Ele me deu um filho. Ó que grande ventura!
E como Ana, no seu gesto de doçura
Ao Senhor, meu filho também entreguei.
Filho! Tu não és meu, és do meu Senhor
Mas em todo lugar em que Ele te enviar
Nunca te esqueças deste meu amor…

6 – Te concebi
Autora: Norma Penido

Te concebi! Assim iniciamos a tua história
Lá no céu, um livro foi aberto nesta hora
E com sabedoria, Deus começou a escrever
Todas as coisas referentes ao teu viver…

Te concebi! Se esta hora pudesse ser registrada
Eu a chamaria de bem aventurada
Porque foi num momento feliz e bendito
Acho que aquele foi o dia mais bonito
Entre todos os dias do meu viver…

Te concebi! Não tenho ainda mudanças aparente
Mas sinto que tudo se prepara dentro de mim
Para abrigar com carinho a pequena semente
Que Deus semeou, para alegrar meu jardim…

Te concebi! Não sou eu, tenho comigo um novo ser!
Embora desconhecido, até mesmo despercebido
Sonhando acordada, eu até consigo ver
O seu frágil corpo deitado num bercinho
E às vezes me pego cantando baixinho
Uma linda canção, pra te fazer dormir…

Te concebi! Agora conheço o mistério da maternidade
É o meu sonho de menina que torna realidade
Sou mãe! Meus olhos já refletem um novo brilho
É o amor, a sublimidade de gerar um filho
Ao Senhor, minh’alma louva agradecida
Pois como Maria sou agraciada, sou escolhida…

7 – Mãe quem é você
Autora: Maria Helena Gouveia

Mãe, quem é você?
Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro.

Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?

Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?

Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.

Mãe, eu sei,

Você só é… AMOR.

8 – Mamãe Querida
Autor: Anônimo

Aquí estou, para te dar meu carinho
Sentir teu perfume embalando meus sonhos
Teus abraços de amor a me proteger
Teu sorriso, tuas mãos, tua pele, teus olhos
Tudo que me faz crescer

Agradeço a vida
Consentida, refletida
No espelho da alma
Amiga e companheira
Agradeço o amor

Tão suave em teu peito
Tão puro e sem medo
Tão mágico e pleno
Da luz de Jesus
Das bênçãos de Deus!

9 – Mãe
Autor: Desconhecio

Não só hoje, mas todos os dias
Penso em ti com meu carinho
Ao ver-me forte cheio de vida
Devo a ti que me guiaste.

Deu-me a vida
Ensinou-me a vivê-la
Dos problemas resolvê-los
Dos medos me deste as mãos
Fazendo calmo meu coração.

Muitas vezes
Não só Mãe foste pra mim
Pai, amigo, irmão, companheira das brincadeiras.

Sempre davas um jeitinho
De poder me acompanhar.
Segurou as minhas mãos
Me mostrando o caminho a seguir

Hoje sei como sofreste
Quando enfim soltou-me as mãos
Para que eu seguisse em frente.

Hoje sei
Que aplaude meus sucessos
Se entristece com meu pranto
Sei também que sempre estás
Braços abertos a me esperar.

Quero hoje minha
Mãe Te dizer de coração
Peço a Deus que te abençoe
Sempre em minha oração

E te abraço hoje e sempre
Com muito Amor e Gratidão.

10 – Poema para as mães
Autora: Celina H. Weschenfelder

Mãe, sua bondade e ternura falam-me de Deus-amor!
Mãe, você me faz sentir a vida, a beleza das cores,
a harmonia, o encanto e a doçura!

Mãe, hoje quero dizer-lhe um segredo muito especial: eu a adoro!
Eu sei também que, de seu coração,
brota sempre um gesto novo de amor e carinho!
Você é capaz de esquecer o sofrimento e a dor para me ver feliz!

Hoje, quero fazer por você uma prece muito bonita e sincera:
Meu Deus, abençoa esta criatura tão encantadora que me deu a vida.
Abençoa esta mulher, amiga, minha mãe, hoje e sempre!

Mãe, você é o maior bem que eu tenho neste mundo!
Olhando o céu aberto, contemplo o grande tesouro de paz,
sabedoria, paciência, bondade,
ternura e acolhimento que permeia o seu ser.
Você me faz crer, minha mãe,
que esta vida vale a pena ser vivida, quando entregue por amor!

Às vezes, quando a vida começa a ficar mais difícil,
pensando em você, mãe,
surge uma nova esperança e meu olhar começa a brilhar.
Você sempre espera de braços abertos o filho e a filha
que precisam mais uma vez do seu aconchego,
de sua compreensão e carinho, como se fosse a primeira vez.

Mãe! Presente de Deus para minha vida!
Mãe, recebe hoje meu abraço e todo o meu carinho!
E, agora, gostaria que o meu agradecimento
soasse mais forte do que todos os dias,
porque hoje,
mãe, é o seu dia!



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

20 comentaram, comente você também!

  1. eu achei massa mais o ploblema que e muito grande

  2. Cidinha Guiselli disse:

    Todas lindas !!! Sinto muitas saudades da minha mãezinha querida que foi morar com DEUS a 4 anos, mas sou confortada pelo Espírito Santo de DEUS em saber que ela esta junto com o pai .

  3. vitoria dias figueredo disse:

    achei muito legal eu vou resista para minha mae todos os poemas para ela os dez

  4. Eu adorei eses poemas,minha mãe é evangélica e se ela ler vai adorar.bjsss

  5. eu adorei os 10 poemas minha mãe adorou.rsrsrsrs.kkkkkkk.

  6. eu adorei o primeiro poema porque ele me faz lembrar dos momentos em que muitas vezes não tínhamos quase nada para comer a única sorte que tínhamos era que praticamente ninguém lá de casa gostava de jantar só para termos o que comer no almoço do dia seguinte. mais minha mãe sempre foi guerreira nunca deixou de lutar para nos dar algo muito melhor é ela conseguiu ela um dia me deu tudo o que eu sempre quis é por isso e muito mais que eu sou grata aminha mãe mais o motivo principal foi o qual ela nunca ter me abandonado é por lutar sempre por tudo o que quis. você que leu esse comentário muito obrigada pela atenção agradeça a Deus pela mãe que ele lhe deu valeu pela atenção bjkkksssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss obrigada

  7. VOU FALAR ESSE POEMA DO DIA DAS MAES PARA MINHA QUERIDA MAE JOYCE TENHO 11 ANOS AMO MUITO MINHA MAE

  8. legal, eu também concordo.

  9. amei até peguei uma pra mim

  10. Crystyanne sampaio de Souza disse:

    Minha mãe é uma dadiva de DEUS
    esses 10 poemas me inspiraram para prerarar a surpreza no dia das mães

  11. Ameiii esses poemas mtos lindos dificiu de escole no meio de tantos lind0s bem dificiu de escolher um ! s2

  12. rafaele queiroz disse:

    muito bom

  13. gente a cada dia que passa eu dou graças a Deus por ter a minha mae no meu lado pq é horrivel vc passar os dias das maes sem aquela,pessoa que te gerou e que botou vc no mundo,que te ajudou,pq talvez pode ter acontecido uma coisa grave,ou ate mesmo esta fora de casa pq bebe,entao é necessario a cada dia agradecermos a Deus por esta mulher batalhadora,que da ate sua vida por nós,nos momentos mais dificies da nossa vida…. então é so isso besusssss

  14. adorei sao msg lindas

  15. eu amei todos esses poemas que lindoss BJKSSSSsssssssss

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 906 comentários no Dicas Gospel.