10 Curiosidades Bíblicas para o Dia da Bíblia

0

No segundo domingo de dezembro de cada ano é comemorado o Dia da Bíblia, celebração que teve início na Grã-Bretanha em 1549, mas que no Brasil só veio a ser um evento público em 1948, com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP).

A data tradicionalmente comemorada por uma semana na maioria das igrejas cristãs, integra o calendário oficial do país a partir de 2001, quando foi promulgada a Lei Federal 10.335, que institui o Dia da Bíblia como evento em todo território nacional.

Pensando nessa data importante, resolvemos fazer um pequeno seriado de publicações com dicas, curiosidades e informações muito valiosas sobre a bíblia, até o próximo domingo, dia 11, quando em todo Brasil nossas igrejas vão celebrar o Dia da Bíblia. Sem dúvida você vai aprender lições valiosas sobre a razão da bíblia ser a única Palavra de Deus e o grande manual de fé e prática cristã.

Para começar, separamos 10 curiosidades bíblicas para você compartilhar com seus amigos, na igreja, em gincanas e estudos de grupo. Acompanhe:


01 – Quantas letras tem a Bíblia?

Considerando apenas o texto bíblico, de fato, a bíblia possui 3.566.480 letras, formando um total de 773.692 palavras!

02 – Quantos versículos tem a Bíblia?

Com base na tradução Almeida Revista e Corrigida, a bíblia possui 31.105 versículos, sendo o de Ester 8:9 o maior deles, enquanto, diferente do que muitos imaginam, Êxodos 20:13 é o menor e não João 11:35.

03 – Quantos capítulos tem a Bíblia?

Exatos 1189 capítulos!

04 – Quem dividiu a Bíblia em capítulos e quando isso aconteceu?

A divisão da bíblia em capítulos ocorreu entre 1234 e 1242, no século XIII, pelo teólogo, professor da Universidade de Paris e Bispo de Canterbury, na Inglaterra, Stephen Langhton.

05 – Quando ocorreu a divisão da Bíblia em versículos?

A bíblia cristã é composta pelo que chamamos de velho e novo testamento, também reconhecidos na Teologia como primeiro e segundo pacto, ou aliança. A divisão em versículos se deu em dois momentos, sendo o primeiro feito por judeus, altamente estudiosos, os quais dedicavam suas vidas a recitação e cópia precisa das escrituras. São os chamamos massoretas!

Foram os judeus massoretas, portanto, que dividiram primeiro o Antigo Testamento, também chamado de Bíblia Hebraica, entre os séculos IX e X.

O Novo Testamento, ou Nova Aliança, foi dividido em versículos muito depois do texto hebraico, apenas em 1551, por um impressor francês chamado Robert d’Etiénne, em Gênova, na Itália.

06 – Qual foi a primeira Bíblia completa (Antigo e Novo testamentos) publicada com a divisão de capítulos e versículos?

Foi a bíblia de Genebra, em 1560, na Suíça. Foi com base nessa tradução, por exemplo, que a Sociedade Bíblica do Brasil lançou a Bíblia de Estudo de Genebra, considerada uma das melhores.

07 – Qual o maior capítulo da Bíblia?

Salmo 119, com um total de 176 versículos.

08 – Qual o menor capítulo da Bíblia?

Salmo 117, com apenas 2 versículos.

09 – Quem escreveu os livros da bíblia?

Cremos que a Bíblia é uma compilação de livros inspirados por Deus. Alguns teólogos, especialmente judeus, creem que Deus ditou muitas das suas passagens (no Antigo Testamento). Todavia, essa controvérsia teológica é uma questão a parte que não impede a concepção comum de que Deus é o grande autor, através de escritores humanos.

Leia 2 Timóteo 3:16, 1 Coríntios 2:13 e 2 Pedro 1:21 para conferir o que a própria bíblia declara a respeito da sua inspiração.

No que diz respeito aos escritores humanos, a bíblia foi redigida por cerca de 40 pessoas diferentes ao longo de 1.500 anos, em três idiomas e com inúmeros tópicos, porém, com a mesma unidade temática!

Dentre os autores estão Moisés, Salomão, Esdras, Neemias, Jeremias, Jonas, Amós, Malaquias, Paulo, Mateus, Marcos, Pedro, João, Judas, etc.

10 – Quando os livros da Bíblia foram escritos?

Como dissemos na resposta acima, os livros da bíblia foram escritos no decorrer de 1.500 anos. Portanto, em épocas e contextos sociais diferentes, bem como por escritores diferentes. Nada disso impediu que a bíblia obtivesse uma impressionante unidade temática, de forma racionalmente impossível de conceber, sendo essa uma clara evidência da sua inspiração divina.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA