Conheça as 7 Crônicas de Nárnia

As Crônicas de Nárnia foram escritas entre 1949 e 1954 pelo então professor irlandês C.S Lewis. Considerada uma obra prima da literatura infantil com suas vendagens atingindo mais de 120 milhões de cópias em 41 idiomas. No Brasil a obra de C.S. Lewis era pouco conhecida até o lançamento do primeiro filme da série, que foi lançado pela Disney.

Concebida durante a II Guerra Mundial, a temática surgiu depois que C.S. Lewis abrigou em sua casa quatro crianças, que fugiam da guerra em Londres. Preocupado com a educação daquela geração que crescia afastada dos pais, e notando o fascínio que uma temática fantasiosa exercia sobre aquelas crianças. Começou então a contar algumas histórias para os irmãos e elas deram certo.

Surgiram daí a idéia de quatro crianças fugindo da guerra – Ann, Martin, Rose e Peter. No momento era só, mas mais tarde ele retornou a escrever mudando alguns dos nomes e criou um mundo de encanto e magia, Nárnia.

As sete crônicas

1- O Sobrinho do Mago (1955)

Este foi o penúltimo livro a ser escrito, ele relata o primeiro dia da encantada terra Nárnia. Narra sua criação e até a existência do Poste, que é a primeira imagem de Nárnia no próximo livro, onde é explicada. Por relatar como muitas das coisas da série, o ideal é que se leia por último.

ANÚNCIO

2- O Leão, a Feiticeira e o Guardarroupa (1950)

Foi o livro que iniciou toda a saga das Crônicas. Pode-se notar nesta história toda a vida de Jesus Cristo, sua morte e ressurreição. Também apresenta “a magia profunda” (“the old magic”), que representa o amor de Deus. De todos os sete, essa é a história com maior número de adaptações é um dos livros mais conhecidos.

3- O Cavalo e seu Menino (1954)

Nesta obra é descrita a história de reinos vizinhos à Nárnia, lembrando em muito a história de Moisés e o povo hebreu durante sua travessia no deserto, assim como relatado na bíblia.

4- Príncipe Caspian (1951)

O Príncipe que tem o seu trono roubado pelo próprio tio, descendente de uma linha de reis que eram contra os “antigos costumes” de Nárnia, luta para ter seu direito e libertar as outras criaturas do país com a ajuda das quatro crianças que foram reis de Nárnia. As referências sobre a história bíblica de Davi são muito fortes.

5- A Viagem do Peregrino da Alvorada (1952)

O príncipe Cáspian, então rei dessa vez, procura os que foram fiéis à seu pai e encontra, em meio à busca, dois dos Pevensie e seu primo. Nesse volume encontramos semelhanças com as viagens missionárias de Paulo.

6- A Cadeira de Prata (1953)

O filho de Caspian nunca voltou de uma viagem para encontrar a serpente que matou sua mãe. Enfeitiçado no mundo subterrâneo, resta para as duas crianças enviadas por Aslam salvarem-no depois de diversas situações junto com uma criatura muito esquisita. A história tem várias referências mitológicas.

7- A Última Batalha (1956)

Esse é o livro que finaliza a série e o mundo Nárnia. O Apocalipse para muitos chega a ser o fim de uma linda aventura e, para as crianças leitoras, o marco da impossibilidade de conhecer Nárnia. Descrito com cuidado, o livro reproduz cenas da profecia bíblica do fim do mundo.


ANÚNCIO

2 COMENTÁRIOS

  1. A ssisti a esse filme e nunca vi tanta heresia juntos, aquele exercito formado por seres mitologicos(demonios)quem conhece mitologia sabe, aquele ser que as crianças conhecem 1° é pan(1 demonio) e todo auele exercito é do mesmo bando, não dá p/ comparar com o exercito de CRISTO,temos que ter cuidado com o fogo estranho. Que DEUS os bençoe.

  2. Querida Raquel, você nem ao menos leu o livro, e julga o livro por um simples filme? Não vejo nada de demoniaco no filme, que por sinal me edificou muito! Parem com suas “crentices”! C.S Lewis é um homem que aprendeu muito com o evangelho de Cristo! Não julgue uma obra maravilhosa, que tem alcançado muitas pessoas. Abra a sua mente e pare de endemonizar tudo, que é de Deus! E Quem é o exercito de Cristo?Nós?Não somos nada demais, Cristo é TUDO não nos exalte, exalte á Cristo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here