Dia Mundial do Rock – Conheça a história do rock gospel no Brasil

0

No Dia Mundial do Rock vamos falar pra você como o rock gospel surgiu no Brasil. O rock é um dos gêneros musicais mais populares do mundo, o contagiante ritmo surgiu na década de 40 e durante muito tempo teve o estigma da rebeldia, da associação com as drogas, e para muitos religiosos, uma representação de música demoníaca. Porém, os tempos mudaram, hoje o rock já tido como uma música incorporada de técnica, de criticidade, de conteúdo, como um elemento que agrega valor cultural, social, político, espiritual, etc.

Mesmo nas igrejas, hoje o rock é um ritmo muito utilizado, pois, embora não declarados, muitos cantores utilizam o rock em seus trabalhos musicais. Mas, há algumas décadas isso não era assim, a igreja era muito fechada e realmente o rock era tido como “música do diabo”. Pera romper a barreira do preconceito, que apesar de pouca ainda existe, foram necessárias várias décadas e trabalho árduo de muitos músicos, cristãos, roqueiros, interessados em expressar sua fé através do gênero.

Por reconhecer o importante trabalho que fora realizado durante estes anos e em comemoração ao Dia Mundial do Rock, nós resolvemos fazer um breve histórico de como o rock gospel surgiu no Brasil.

Tudo começou na década de 70 com a banda paulista Êxodos, que por pressão da igreja foi obrigada a encerrar suas atividades em 1977, sua cação mais conhecida foi a música “Galhos Secos”, gravado pelo grupo Som Maior, no LP “Ele é a razão de viver”, em 1984, pela banda Catedral, no álbum “Está consumado”, em 1983. A música ficou famosa recentemente através de um viral na internet que ficou conhecido com “Para nossa alegria”. É válido ressaltar que banda Êxodos nunca gravou CD, por falta de apoio.

Nos anos 80 o rock cristão voltou a tomar fôlego, o principal nome da época foi o Rebanhão, que, embora não sendo diretamente uma banda de rock, já incorporava o estilo em várias de suas canções. O grupo lançou dois álbuns que se tornaram referência, “Mais doce que o mel”, em 1981, e “Luz do mundo”, em 1983. No final da década de 80 o rock gospel daria início à sua fase mais intensa com o surgimento de bandas como Catedral, Katsbarnea e Sinal de Alerta.

Na década de 90 o movimento ganhou uma proporção muito maior, e bandas como Oficina G3, Resgate, Fruto Sagrado, Metal Nobre, Staurus, dentre outras, fizeram acontecer o que muitos chamam de período áureo do rock cristão. Atualmente, muitas dessas bandas continuam em plena atividade. Alguns acreditam que o movimento perdeu a identidade, porém, em meio a tantas mudanças o cenário ainda apresenta surpresas, tanto com a capacidade das bandas antigas se renovarem e produzirem novos trabalhos com qualidade, assim como com o surgimento de novas bandas apresentando uma proposta diferente, principalmente no meio independente, nomes como Rodolfo Abrantes, Palavrantiga, Aeroilis, dentre outros.

Participe conosco, conte sua experiência, fale-nos sobre como essas três décadas do rock cristão brasileiro estiveram presente na sua vida! Conte um testemunho, quais bandas você curtia ou curte, o seu álbum preferido. Sinta-se em casa e feliz Dia do Rock!


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here