O que Jesus Faria no seu Lugar? – Estudo Bíblico

0

É comum o cristão se deparar com inúmeras situações difíceis na vida, e em todas elas temos que tomar decisões que nem sempre sabemos se é o certou ou não a fazer. É nessas horas que uma pergunta pode fazer toda a diferença: o que Jesus faria no seu lugar?

Lidamos com muitos desafios, no trabalho, nos estudos, em casa, com filhos, no relacionamento amoroso (ufa!), na vida espiritual como um todo, quando temos a oportunidade de agradar ou pecar contra Deus. Em tudo isso, saber o que Jesus faria pode ser a diferença entre uma vida feliz ou de frustrações constantes.

Todavia, a grande verdade é que nem sempre queremos tomar a decisão baseados no que Jesus faria em nosso lugar. Isso, porque, Cristo sempre buscou agradar a Deus acima de todas as coisas (Lucas 22:42), enquanto nós, muitas vezes, procuramos agradar a nós mesmos.

Tomar a decisão de Cristo sem dúvida alguma é a melhor escolha, mas certamente não é a mais fácil. Prova disso é o simples fato de professar a fé cristã, algo que nos coloca como alvos em confronto com um mundo repleto de tentações. Mas temos na bíblia motivos para crer que pensar como Cristo produz frutos maravilhosos em nossa vida.


Vemos, por exemplo, como os discípulos de Cristo, apesar de todas as perseguições, insistiram na pregação do evangelho. Isso, porque, a experiência que tiveram com Cristo foi suficiente para lhes dar o conhecimento do que é a verdadeira paz, felicidade, amor e esperança na vida eterna.

Ao optar tomar decisões pensando o que Jesus faria no lugar deles, os discípulos de Cristo travaram muitas batalhas com o mundo, mas em todas saíram espiritualmente vitoriosos, porque estavam certos de que a certeza da salvação e a promessa da vida eterna eram muito melhores do que qualquer recompensa passageira neste mundo. Foi com base nisso que escreveu Paulo:

“Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” (Romanos 8:18)

Esse mesmo Paulo, que também escreveu “…para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 1:21), pode experimentar na sua pele todas as aflições do que significa se questionar a cada momento o que Jesus faria em seu lugar, a fim de tomar a decisão certa. E não por acaso, após testificá-las escreveu “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” (2 Timóteo 4:7)

Nesse pequeno estudo somos desafiados a olhar para nossa vida e nos questionar se o que temos escolhido, feito, pensado, reflete ou não a glória de Deus. Se temos colocado a mente de Cristo acima da nossa, para que diante das circunstâncias possamos pensar; o que Jesus faria no meu lugar?

Essa não é uma simples pergunta. É uma provocação a cumprir os ensinamentos de Cristo, porque disso parte a fé que lhe caracteriza, em guardar as Palavras de Cristo e colocá-las em prática ou se esquecer e agir por conta própria em tudo. Por isso Cristo afirmou:

“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.” (João 14:21)

Por fim, experimente colocar esse pequeno exercício em prática e veja o quanto suas decisões vão mudar, consequentemente toda sua vida. Se preciso, escreva num papel, faça um cartaz e cole na parede mais visível da sua casa: o que Jesus faria no meu lugar?

Talvez, saber a luz da bíblia o que Jesus faria no seu lugar não te faça mudar de opinião, decisão, ação, pela dureza do seu próprio coração, mas certamente vai te fazer entender melhor as consequências de uma escolha errada.

Abraço e até a próxima.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA