Seguro de Vida – é uma opção para o cristão garantir o bem estar da família

PROPAGANDA

Independente da fé que se tenha, uma pergunta que deveria existir, mas que muita gente opta por “fazer vistas grossas” é sobre o que será da família após a sua morte. Sim, até mesmo os cristãos deveria fazer essa pergunta, obviamente.

PROPAGANDA

Isso porque ainda que seja muito estudada e pouco compreendida, a morte acontece para todo mundo, só que as pessoas queridas e a família continua por anos. Se você nunca se perguntou sobre isso, comece a estudar formas de manter a sua família mais segura, como com os seguros de vida.

Seguro de Vida – é uma opção para o cristão garantir o bem estar da família

E antes mesmo que você diga que isso não valha a pena, já vamos adiantar que essa é uma das única maneiras verdadeiras de manter o padrão de vida ou sustentar a sua esposa e filhos por alguns anos após a sua morte, está bem? Confira um pouco mais sobre como funciona o seguro de vida!

O que é o seguro de vida e quanto custa?

O seguro de vida nada mais é do que um contrato financeiro que é feito com alguma seguradora e que visa, entre tantos fatores, a garantia da proteção da família em alguns casos, como de morte ou mesmo de doenças graves.

Para saber qual é a cobertura do seguro de vida, os valores e quando ele pode ser usado, é preciso ler toda a apólice que será contratada. Existem coberturas extras, indenizações, prazos, valores e tudo isso é demais importante para você.

Há quem opte pelo seguro de vida apenas para garantir a vida financeira dos filhos em caso de mortes prematuras dos país. Há quem opte pelo seguro que cobre até mesmo despesas médicas corriqueiras. E assim por diante.

Então, sabendo disso, considere que o valor de um seguro de vida também vai variar conforme as suas escolhas.

Por que um cristão poderia ter um seguro de vida?

Não apenas o cristão, mas todo mundo que preza pelo bem estar da família deveria estudar essa possibilidade, obviamente. O seguro de vida é como um seguro de carro: ninguém quer usar, mas se uma hora precisar, ele vai estar lá para dar garantias e coberturas.

Uma morte pré-matura de um pai de família, por exemplo, pode resultar na desestruturação dos filhos, que vão crescer sem condições plenas de estudo, educação, alimentos, etc. Já o caso de uma doença grave também poderia causar dificuldades para a família.

A dica para quem vai estudar e contratar o seguro de vida é justamente simular o valor e os benefícios. Hoje em dia existem sites online e gratuitos que permitem isso, como o Konkero. Lá dá para comparar os vários tipos e coberturas, escolhendo o que é melhor para você.

Os cuidados necessários

Ah, e tem mais: como todo produto financeiro, o seguro de vida tem itens que devem ser analisados com cuidado. O ideal é encontrar aquele que se encaixe com os seus ideais. Lembre-se que há planos essenciais, básicos até os mais completos e caros.

Portanto, na hora de contratar analise itens como cobertura de morte, de despesas médicas, de incapacidade temporária, de invalidez, entre outros.

PROPAGANDA
PROPAGANDA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here